“(…) era um gabinete pequeno, completamente artesanal em que não existiam prazos. Quer dizer, podia telefonar um cliente a dizer: “então e o meu projecto? Vai-me entregar amanhã?”, “Ai! Nem comecei.”. Havia uma maneira muito particular de abordar, de fazer o projecto. E uma coisa realmente excepcional e rara, tanto na altura como hoje, é que as pessoas entravam no gabinete, não como colaboradores, mas desde logo como autores.”

Autor(es): Carlos Nuno Lacerda Lopes
Ano: 2012
Páginas: 108
Idioma(s): Português
Dimensões: 145 mm x 220 mm
Edição:
Edições CIAMH
PVP: 17,50 €

Veja como adquirir aqui.