Ao analisar o trabalho do atelier Morales-De Giles-Mariscal (MGM), chama-nos a atenção a quantidade de trabalho concretizado ou em vias de realização, produto de concursos. Como os próprios explicam, este facto tem-lhes permitido continuar a trabalhar numa linha de experimentação, muito mais problemática e restritiva para aqueles cujo trabalho depende pura e exclusivamente do mercado. Mesmo os vaivéns políticos e económicos, que levam a um atraso considerável de inúmeros trabalhos, têm sido aproveitados pelo atelier para a reflexão e transformação de seus projectos, alcançando resultados mais bem sucedidos. Esta experimentação sustenta-se em certos objectivos e determinadas estratégias projectuais que motivam uma reflexão particular: a busca de directrizes e operações provenientes das artes plásticas, uma concepção de habitação centrada na experiência quotidiana e a problemática do espaço público na sociedade contemporânea.

Deste modo, propõe-se uma viagem por estes tópicos, visitando algumas obras emblemáticas do atelier. Obviamente, os projectos apresentados não são os únicos susceptíveis de abordagem, mas são suficientemente abrangentes e relevantes para que, a partir deles, emerjam as características fundamentais do atelier espanhol e do atual debate disciplinar.

Autor(es): Morales, Giles y Mariscal
Ano: 2012
Páginas: 286
Idioma(s): Espanhol
Dimensões:
Edição: TC Cuadernos
PVP: 30,00 €

Veja como adquirir aqui.