As crónicas reunidas neste livro reportam-se à colaboração regular que o autor manteve com o jornal Açoriano Oriental entre 2007 e 2009. A escrita foi um exercício que possibilitou, de forma clara e serena, sistematizar algumas reflexões inerentes ao campo da arquitectura. Evitando um discurso excessivamente técnico, o âmbito destes textos foi sempre o da aproximação a um público mais vasto.

A penumbra, os odores, a sedução do toque, os muros que separam ou guiam o olhar, os sítios onde guardamos memórias, o conforto de uma lareira a crepitar ou a luz das cidades, são alguns exemplos das experiências da vivência quotidiana do espaço que o autor aborda com mestria. Textos simples, nalgumas passagens mesmo quase poesia em prosa, e sempre com uma poderosa capacidade de nos transportar para aqueles locais e até mesmo para as nossas recordações mais preciosas.

Autor(es): Sérgio Fazenda Rodrigues
Ano: 2009 – 1.ª Edição
Páginas: 128
Idioma(s): Português
Dimensões: 200 mm x 210 mm
Edição: ARQCOOP, CRL
PVP: 12,60 €

Veja como adquirir aqui.